Escola Municipal de Ensino Fundamental do Bairro Caramuru Perpetua Vida e História de Renato de Freitas

por Amauri Zanforlim, 28/09 às 22:39 em Notícias

Renato de Freitas nasceu em Araçatuba-SP aos 14 de maio de 1986, sofreu acidente em 08 de setembro de 1995 e faleceu aos 12 de setembro do mesmo ano com apenas 9 anos no bairro onde morava – Caramuru pertencente ao município de Rubiácea-SP. Ele é filho de Jorge de Freitas e de Ana Maria da Silva Freitas, ambos aposentados atualmente (2017) e que moram em Birigui-SP.

Renato também tem a irmã Elaine de Freitas que hoje é mãe de Eduardo e de Lívia. Se vivo em 14 de maio de 2017, Renato completaria 31 anos.

A reportagem do Projeto Faces Históricas Rubiácea referente a Lei Municipal 1.6902017 falou com familiares de Renato na tarde de 29 de maio de 2017 com a finalidade de conhecer breves recortes da história do Patrono da Escola de Ensino Fundamental local.

Primeiro estivemos pessoalmente com os avós de Renato – o Seu Delfino Teixeira da Silva (82 anos) e a Dona Ana Teixeira da Silva (80 anos) em busca de fotos de Renato, mas não tinham nenhuma, apenas uma pequena foto que hoje encontra-se na escola.

Durante a conversa com os avós que lembraram com alegria e emoção do neto que praticamente foi criado bem ali no Caramuru, na casa deles.

Ele ficava aqui, cuidávamos dele e daqui ele ia para escola e depois voltava para a casa da mãe, mas ficava bastante aqui brincando disse a vó Ana Teixeira. Seu Delfino que até hoje, aos seus 82 anos de vida, revelou que gosta de mexer na terra, na lida, lembrou que chegava no portão de casa com o carrinho cheio de abóboras e falava para o neto, leva lá que eu te dou dois reais, brincou, o menino corria e levava todas as aboboras lá para o fundo de casa, disse emocionado.

Os avós moram na mesma rua que fica a Escola Renato de Freitas e confessaram que quando passam em frente à escola é uma mistura de alegria, orgulho, mas ainda alguma tristeza por não ter mais o netinho ali.

“Nós agradecemos mesmo assim a homenagem ao nome dele...”, disseram. Falamos via whatsapp com a mãe de Renato de Freitas, que mora em Birigui e que nos forneceu dados sobre Renato de Freitas, filiação completa e algumas informações como datas de nascimento e falecimento para composição deste texto de memória de seu nome.

Ela também autorizou a divulgação de foto do filho e algumas imagens do dia da inauguração da Escola com a denominação Renato de Freitas.

Nossa reportagem de forma sensível a dor dos familiares procurou não esmiuçar muito a história da morte do filho, claro, para não levar mais tristeza a família, atitude que pedimos as pessoas, internautas fazerem o mesmo, apenas lamentar e sensibilizar com esta mãe e esta família, sem mais, pois já se passaram 22 anos.

Vale registrar que a Escola do Caramuru – antes chamava-se EMEF do Distrito do Caramuru que após a aprovação da Lei Municipal 1.213 2006 pelo então Prefeito - Wilson Novais e Vice - Edmilson Baraldi passou a denominar Escola Municipal de Ensino Fundamental RENATO DE FREITAS.

A denominação reinaugurou a escola após 11 anos da morte de Renato de Freitas. Homenagem justa a uma criança que entrou para a história de Caramuru, Rubiácea e Região de forma inesperada para todos.

Uma história triste, que passados mais de 20 anos, exatos 22 (atualmente 2017) ainda é lembrada com tristeza.

Enfatizamos que este texto produzido pelo Projeto Faces Históricas, trata-se apenas de valorização da memória de um povo, de uma localidade, uma memória histórica, que deve ser mantida, preservada na comunidade, homenagem a aqueles que se foram mas deixaram a sua marca, lutas e sacrifícios como legado para sempre.

FICA PARA A HISTÓRIA Finalizamos este texto registrando a presença de algumas pessoas na reinauguração da Escola Renato de Freitas.

Conforme fotos desta matéria a esquerda Sonia de Novais dos Santos (Secretaria Municipal de Educação e Cultura), Maria Inês Sundfeld Ribeiro (Dirigente Regional Araçatuba de Educação), Wilson Novais (então Prefeito de Rubiácea) ao lado da esposa Lenira Novais e o então vice-prefeito Edmilson Baraldi e esposa Érica Elaine Dessotti Baraldi. Claro, a presença dos pais de Renato de Freitas – a dona Ana Maria e Jorge de Freitas. Contou também com a presença especial do economista e gestor da UNIALCO o empresário Luiz Guilherme Zancaner que foi patrão do pai de Renato.

Ainda Antônio Luiz Mazzuco Simões (Tony da RDG) que realizou o cerimonial da reinauguração. Colaborou para realização desta memória pelo Projeto Faces Históricas:

Secretaria Municipal de Educação e Cultura através de sua secretária Sonia Novais dos Santos e da Diretora da Unidade Escolar Neide Moraes de Oliveira

 

Texto com pesquisa, reportagem, edição e digitalização com visita ao local por Amauri Zanforlim – Projeto Faces Históricas

Tags:   escola-renato-de-freitas-caramuru-rubiacea



 Desenvolvido por Ligue Site Araçatuba